13
Thu, Dec

Seguindo o compromisso de respeitar e valorizar os servidores públicos, o prefeito de Presidente Vargas, Herialdo Pelúcio , disponibilizou o pagamento dos servidores públicos municipais desde quinta-feira, 23.

A Prefeitura de Presidente Vargas, tendo em vista o disposto no inciso II, do art. 37 da Constituição Federal de 1988, e na Lei Municipal nº 001 de 2017, torna público a realização de Processo Seletivo Simplificado para contratação temporária para preenchimento de cargo de Professor de Nível Fundamental (1º ao 5º ano), Professor de Nível Fundamental (6º ao 9º ano), Professor Auxiliar de Sala de Aula e Professor Intérprete de Libras para a Prefeitura Municipal de Presidente Vargas, Estado do Maranhão, mediante as normas e condições contidas neste Edital.

A Universidade Federal do Maranhão (UFMA) realizará concurso público para o preenchimento de cargos técnico-administrativos em educação para o quadro de pessoal permanente. As inscrições vão até o próximo dia quatro de fevereiro.


As vagas serão distribuídas entre os cargos de nível de classificação “D” e cargos de nível de classificação “E”. A taxa de inscrição para os cargos de nível de classificação “D” será no valor de R$ 54,00 e para os cargos de nível de classificação “E” a taxa será de R$ 91,00.
Para os candidatos que prestarem o seletivo para as vagas de nível de classificação “D” os cargos serão destinados aos profissionais de Assistente em Administração, Desenhista de Artes Gráficas, Técnico de Laboratório, Técnico de Tecnologia da Informação, Técnico em Agropecuária, Técnico em Contabilidade, Técnico em Enfermagem, Técnico em Nutrição e Dietética, Técnico em Segurança do Trabalho e Técnico em Som.


Os candidatos que decidirem prestar o concurso para as vagas de nível de classificação “E” os cargos serão voltados para os profissionais das áreas de Administrador, Assistente Social, Auditor, Bibliotecário-documentalista, Diretor de Produção, Editor de Publicações, Engenheiro, Farmacêutico Bioquímico, Odontólogo, Pedagogo, Psicólogo, Químico, Regente, Secretário Executivo e Zootecnista.


Todos os candidatos aprovados serão deslocados nos campi situados em São Luís, Imperatriz, Chapadinha, Codó, Bacabal, Pinheiro, Grajaú, São Bernardo e Balsas.


Outras informações podem ser obtidas no site do certame.

O Instituto Federal do Maranhão (IFMA) divulgou o edital do Processo Seletivo para cursos técnicos que vão ser oferecidos a partir do segundo semestre deste ano. Serão oferecidas 1040 vagas distribuídas em 12 municípios do Estado. As inscrições vão de 16 de fevereiro a 6 de março e a prova será realizada em 17 de abril.


As vagas serão destinadas para os campi dos municípios de Barreirinhas, Carolina, Coelho Neto, Grajaú, Pedreiras, Porto Franco, Rosário, São João dos Patos, São José de Ribamar, São Raimundo das Mangabeiras, Timon e Viana.


O valor da inscrição do seletivo é de vinte reais. Caso o candidato pretenda concorrer às vagas com isenção de pagamento da taxa, deverá preencher o formulário eletrônico, disponível no site do IFMA, no período de 2 a 12 de fevereiro. A isenção também pode ser solicitada de forma presencial nos campi onde serão ofertados os cursos.


Além da isenção de taxas, o IFMA adota o sistema de cotas. Em cada curso, 50% das vagas serão destinadas aos candidatos egressos de escolas públicas e 5% serão destinadas aos candidatos com deficiência.


Serão ofertados cursos de Agenciamento de Viagem, Restaurante e Bar, Meio Ambiente, Automação Industrial, Administração, Agronegócio, Informática, Petróleo e Gás, Eletromecânica, Rede de Computadores, Vestuário, Informática para Internet, Geoprocessamento, Edificações, Análises Químicas e Recursos Humanos.


Os cursos serão oferecidos nas formas simultânea e subsequente ao Ensino Médio. Na forma simultânea, o estudante faz o curso técnico no IFMA e o Ensino Médio em outra instituição de ensino. Já a forma subsequente é para aqueles que já concluíram o Ensino Médio e pretendem obter uma formação profissional.
O seletivo terá provas com 40 questões de múltipla escolha, sendo 20 de Língua Portuguesa e 20 de Matemática.

O conteúdo programático e outras informações podem ser obtidos no edital do concurso

A primeira fase do concurso para professor de Educação Física, Matemática e Química contou com a presença de 13.531 candidatos, que compareceram às provas, realizadas em São Luís, Caxias, Balsas, Imperatriz, Pinheiro e Bacabal. A etapa, realizada neste domingo (17), consistiu na aplicação de prova objetiva e de múltipla escolha, de caráter eliminatório e classificatório.

As provas foram realizadas em 41 prédios. De acordo com a Fundação Sousândrade, realizadora do certame, 4.892 candidatos faltaram à etapa, número que representa 26,55% do total de concorrentes inscritos para a etapa realizada neste domingo.

Professor de Matemática há cinco anos, Vanilson Dias Reis, de Macapá, estava na frente na Faculdade Atenas Maranhense, em São Luís, bem antes da abertura dos portões. Ele foi um dos professores que estava no prédio em que houve pane elétrica durante a realização das provas do concurso e afirmou que a realização de uma segunda prova foi a melhor decisão.
“O salário é muito bom e na verdade, com a nova prova tive até mais tempo para estudar. Foi uma eventualidade. Fiz um esforço para vir porque com certeza vale muito a pena”, declarou.

Darlan Correa, professor de Educação Física há seis anos, também foi atraído pelos salários e estabilidade financeira. “O salário é maior do que o que eu já recebo e sem falar que um concurso público dá estabilidade e maior tranquilidade para a pessoa”, afirmou Darlan.

De acordo com o Coordenador Geral do Concurso, Emílio Ramos, o certame transcorreu com tranquilidade em todos os pontos em que houve aplicação das provas. “Os portões foram abertos pontualmente às 8h, as provas foram entregues às 9h e até o encerramento às 13h00 tudo transcorreu tranquilamente em todas as 41 escolas onde aplicamos as provas”, informou o professor.

Os professores classificados nas provas objetivas serão chamados para a segunda fase que consiste na prova de títulos, de caráter apenas classificatório.

Boa remuneração atraiu candidatos de todo o país

Assim que lançado, o edital do concurso público para professores da rede estadual de ensino ganhou grande repercussão. Com remuneração inicial de R$ 5.000,00, o concurso atraiu candidatos de todo o país e foi alvo de aprovação dos maranhenses.

À época do lançamento do edital, pelas redes sociais, várias pessoas se manifestaram favoráveis à seleção. Como o senador pelo Amapá, Randolfe Rodrigues, e jornalista Chico Pinheiro, que exaltaram, por suas páginas nas redes sociais, a medida implantada pelo governador Flavio Dino. Depois de mostrar o link com a notícia do concurso, Randolfe disse: “que inveja do Governo popular do Maranhão”. Chico Pinheiro declarou: “que seja o começo do respeito: Concurso para professor estadual no Maranhão. Remuneração inicial de R$ 5.000,00”.

Entre maranhenses, a avaliação também foi muito positiva. “É com a educação de qualidade e valorização dos educadores que se promove a transformação social para melhor”, apontou a bibliotecária Lília Brito. A jovem Rossana Cunha também apoia o novo certame. “Parabéns pela iniciativa. É disso que o nosso Estado precisa! Concursos”, defendeu Rossana.

Movimentação da Economia

O concurso público para professores da Rede Estadual de Ensino, lançado no início do mês de novembro pelo Governo do Maranhão, injetará R$ 119.126,936 na economia maranhense em 2016. O Edital abriu 1,5 mil vagas e oferece salários de R$ 5 mil. Esta remuneração está entre as maiores para a categoria em todo o país. Os dados são da Secretaria Estadual de Planejamento e Orçamento (Seplan)

Pagina 5 de 5